AYRTON SENNA RACING DAY 2014 - 16/11/2014


A alguns meses atras, coloquei à toda a EQUIPE sobre o interesse em participar novamente da Maratona de Revezamento Ayrton Senna.

Uma prova a qual tive a oportunidade e felicidade de participar em 2010, relembrar do inigualável Ayrton Senna, o qual fui e serei sempre seu fã.

Para quem conhecia o autódromo como torcedor, pois já tinha assistido algumas provas de fórmula 1 na era Senna, estar na pista, nos box, na área interna do autódromo em 2010 foi uma emoção indescritível.

Este ano com a solicitação de alguns em quererem participar do evento, entrei no embalo, pois sem duvida senão é a prova mais emocionante que já tinha participado é uma das mais emocionantes.

Aproveitando promoções de passagens e também o valor inicial das inscrições lá em setembro, ficou definido a participação de um quarteto, um octeto e teriamos a companhia da Alcione conosco passeando.

Passagens compradas, inscrições efetuadas, os outros tópicos poderiam ser resolvidos na sequencia.

Entre os atletas inscritos, contavamos com o JACA PAULISTA, o Pedro Isaac, o qual convidei quando resolvi organizar as equipes e prontamente ele confirmou e já se colocou a disposição para nos ajudar, uma vez que São Paulo, ele conhece muito bem.

Já participei de varias corridas e de vários eventos de revezamento, mas nenhum até então me deixou tão preocupado como este, pois com o passar dos dias eu tive uma desistencia, de quem já tinha pago a passagem e feito a inscrição. Não me preocupei tanto, pois como a Alcione era uma companhia para passear, sabia que se precisasse dela, ela iria correr e também os demais que completavam o octeto, estando no autodromo, e movidos pela emoção do momento poderiam fazer dois trechos tranquilamente.

Logo nesta primeira desistencia, já alertei a Alcione, a qual ficou em duvida e não definiu nada e eu não insisti.  Mais próximo do evento, fui surpreendido com mais uma desistencia, só que desta vez do quarteto. De imediato, ao receber a noticia, refleti e já fiz minha logistica, tiro esse do octeto, passo para o quarteto, entra a Alcione e alguém faz dois percursos.

A Alcione então confirmava que iria participar do octeto, mas eu já não conseguia mais trocar os atletas..........o que aumentava minha preocupação se no numero do peito viesse o nome dos atletas e se por acaso fosse exigido algum documento na entrada dos box.

No mesmo dia e praticamente na mesma hora em que houve essa segunda desistencia, (isso aconteceu em uma prova onde havia varios da EQUIPE) outra pessoa da EQUIPE, chegou e perguntou se havia como participar da prova e informei a situação e a pessoa concordou de imediato. BELEZA.

Passou alguns dias e esta pessoa me avisa que não irá poder participar......benzadeus...rsss

No dia seguinte da noticia, em uma noite de treino, surge outra pessoa querendo participar e de imediato falei que tinha uma vaga no quarteto, e esse concordou prontamente.

Na semana que antecedia o evento este, também desistiu..e voltei na tatica de colocar um do octeto no quarteto, pois o quarteto era masculino, a Alcione já estava confirmada e alguém faria duas voltas.

No dia anterior a nossa viagem, mais uma desistencia e ai já nem mais me preocupei e seja o que DEUS quiser.

Viajamos, chegamos cedo em SP, fomos a pé até a pousada e já fomos passear...tendo como guia o "BACANA", conhecido também como ZANINI, pegamos busão...fomos até o Ibirapuera, depois a pé até a Avenida Paulista, passeio pelo Shopping Patio Paulista, retornamos a pé até o Ibirapuera, de busão até a pousada, onde o JACA PAULISTA já nos aguardava depois de ter ido nos procurar em alguns pontos, mas quando ele chegava, a gente já tinha ido para outro ponto...rssss

O JACA PAULISTA havia retirado os kits na sexta feira, conversamos bastante e nos programamos para irmos de madrugada para o autodromo, pois ele tinha emprestado algumas mesas, cadeiras e isopor para levar. Tudo combinado, fomos as compras......e parecia que iriamos ficar dois dias na corrida..........rssssssssssss.........e depois um jantar no BAR DO PEIXE, com muita descontração e risos.

Madruguei para acompanhar o JACA PAULISTA e este me fez esperar muito...rsssssss...pois o mesmo se atrasou e bastante...rssssss

Para variar, entramos em uma rua antes e tivermos que fazer um retorno um pouco longe...rsss

Já imaginei que não seria facil achar um bom local na area vip devido ao horario, e além do que, o JACA PAULISTA iria buscar o restante da EQUIPE na pousada, em uma Fiorino......que até colchão tinha no bau....rsss

Chegando ao portão 7, entrada para a corrida, a minha suspeita se confirmava, pois já havia fila de carro, e era 06h10min., quando não foi permitida a subida do veiculo até a area vip para descarregar, pois o horario era até as 06.00 hs.

Aqui não foi só o Pedro que se atrasou, havia uma fila de carros para descarregar coisas...rsss..e de imediato tomei a iniciativa, comecei a tirar mesas e cadeiras do veiculo, colocar na calçada e falei para o PEDRO, vai buscar a galera que eu me "viro".

Mas o Pedro ainda foi estacionar o veiculo e veio me ajudar, onde eu subia a rampa de acesso fazendo uma viagem com 05 cadeiras, e depois com quatro mesas.........tipo formiga...devagar eu chego lá...rss

Conseguimos ainda um local perto de uma parede, pois o vento era forte e até que ficamos bem.

O Pedro retorna para buscar a galera, e quase que perdemos as cadeiras, pois num piscar de olhos já tinha gente pegando as cadeiras achando que estavam ali para serem usadas.
Fui retirar os chips e  tambem verificar os box onde as duas EQUIPES tinham que se reservar e a emoção e o nervorsismo ao mesmo tempo tomavam conta, pois se em 2010 eu havia achado que o evento era um MEGA EVENTO, o que eu eu observava era o quanto cresceu de 2010 para cá.
Comecei a desconfiar que a galera não chegaria a tempo....rssss...pois o fluxo de carros no autodromo e de pessoas correndo pois achavam que estavam atrasadas era algo fora do comum......nas devidas proporções parecia dia de fórmula 1....daqueles tempos em que eu madrugava na fila de entrada do autodromo.
Por telefone, avisei o ZANINI para agilizarem a chegada, quando ele me falou que estava parado na fila para entrar no autodromo e acabaram deixando o JACA PAULISTA no transito e entraram a pé mesmo.
Num rápido acerto, foi combinado a distribuição das EQUIPES na corrida.
Quarteto...Zanini, Bruno, Pedro e Eu.
Octeto....Celinha, Alcione, Ciomara, Juninho, Claudia, Luisa, Celinha e Zanini.
A liberação dos box para os atletas que iriam largar foi dada, Celinha rapidamente se dirigiu a pista e o Zanini tranquilamente desceu para os box.
Eu e a Ciomara nos dirigimos a passarela que sai da area vip e vai para a arquibancada em frente, para que a Ciomara tirasse fotos e avistamos a Celinha bem na frente da alargada e dali poderimos ter noção da quantidade de equipes participantes, pois eram milhares de atletas para largar.
A execução do hino nacional arrepiava, a gravação da voz do Ayrton Senna narrando uma de suas voltas no autodromo, nos fazia engolir o choro.
E assim começou a prova....muita alegria....muito corre corre para poder achar um lugar na area vip e tirar fotos dos JACARÉS na pista, muitas tendas instaladas, barracas de gastronomia, museu do senna e tantos outros.
Uma mesa farta para a JACAREZADA, a vontade louca de entrar na pista e correr contagiava todos, todos querendo saber quanto tempo aquele que estava na pista já tinha feito, logo o segundo do octeto tinha que descer ao box 10  e depois o do quarteto ao box 14. Os JACARÉS que passavam na reta de chegada acenavam quando ouviam seu nome de longe.
O JACA PAULISTA não se conteve e nem esperou o Bruno terminar a primeira volta e já estava no  box......o que aconteceu comigo também, onde o Pedro não tinha concluido a primeira volta e eu já estava no box......NÃO DÁ PARA ESPERAR.......e aproveitei o tempo, fui passando pela frente dos box e fiquei com a Luisa, onde ela esperava a Claudinha para fazer a sua volta.
Luisa saiu e alguns minutos depois eu sai......e ai foi reviver 2010, fazer a imaginação fluir, VOAR no pensamento, sair dos box, fazer a curva para esquerda descendo, entrar na pista, ter que sair pela lateral da pista do lado direito, fazer a curva por fora da pista, retornar e ver aquela galera igual formiga em fila, um atras do outro, lá na frente, bem na sua frente, e logo atras de voce, curva subindo e descendo, mais curva e aquela subida para entrar na reta de chegada. Uma curva inclinada para um dos lados e fui procurando a "zebra" para não ficar inclinado e de longe avistava a Luisa.
Entrar na reta dos box, observar aqueles atletas "loucos" para participarem da prova e aquela multidão na parte superior da area vip, era uma injeção de animo, de força, de adrenalina pura para voce seguir em frente.
No ritmo que segui, na ultima subida para entrar na reta de chegada da pista, avistei a Celinha e após efetuar o retorno nos cones na reta para chegar a entrada da reta dos box, acelerei e alcancei a Celinha, sendo que eu ali concluia a participação do quarteto e a Celinha iria passar a pulseira para o Zanini concluir a prova.
Foi emocionante ver o cronometro marcando pouco menos de 04 horas de prova para o nosso quarteto e alguns minutos depois observar de longe a chegada do "BACANA", fechando brilhantemente a participação do octeto.
Muita festa, muita alegria, um show da EQUIPE, onde puderam passear pelo autodromo.
04 anos depois e fui testemunha de que essa prova, mesmo participando pela segunda vez, é fantastica, maravilhosa, emocionante.
Agradeço a DEUS que apesar de todos os percalços que houve, a participação de todos no evento foi simplesmente incrivel, todos concluiram suas participações e agradeço a ELE pela excelente viagem que fizemos.
Eu, Claudinha, Celinha, Luisa e o Pedro participamos pela segunda vez no evento. O Pedro, segunda vez pelos JACARÉS, porque já participou de outras anteriores.
Ciomara, Alcione, Juninho, Bruno e Zanini, eu diria, que fizeram a estréia, pois é uma prova para retornar sempre que possível.
Agradeço ao JACA PAULISTA, por ter sido o nosso grande PILAR nesta prova, pegando kits, emprestando "apetrechos", carregando a galera, procurando e conseguindo fazer o melhor por todos nós. Que DEUS o abençoe e aos seus familiares.
Voce, PEDRO, me fez um pedido após a conclusão da prova, onde falei que não pretendo mais me envolver com revezamentos, mas sem duvida, no que depender de mim, e se DEUS quiser vou atender ao seu pedido em 2015.
Agradeço ao "BACANA" que foi nosso guia, que me surpreendeu, fazendo as caminhadas...rsss....sendo realmente um incentivador para passearmos em SP.
Parabenizo a todos, pois cada um fez o impossível dentro e fora da pista, apoiando, fotografando, indo para cá e para lá, todos unidos, ninguém se isolando, ficando na sua, uma verdadeira familia e principalmente....uma EQUIPE  com todas as letras maiúsculas.  EQUIPE, onde o Bruno iria participara do octeto e passou para o quarteto, a Celinha que iria fazer uma volta apenas, fez duas e o Zanini que participou do quarteto e fechou a participação do octeto.
Um exemplo de que quando queremos, superamos todos os obstáculos, foi a ALCIONE, que deu um show, fez a sua volta com muita determinação, sorrindo quando passava na reta de chegada, sem esmorecer, sem desanimar em nenhum momento.
Chorar (para quem chorou) em uma prova como esta, para quem conheceu e viveu a era AYRTON SENNA, aquele que para mim foi um BRASILEIRO acima de tudo e até hoje não surgiu outro, é algo mais do que normal, pois demonstra o quanto ele foi importante e o quanto ele ainda faz por muitos brasileirinhos.
TODOS....VOARAM....e a certeza foi ver a classificação da duas EQUIPES quando da divulgação do resultado.
Depois retornamos para a pousada, um merecido banho, um otimo almoço no caminho para o aeroporto e graças a DEUS chegamos todos bem.

Passagem aerea CTBA - SP - CTBA...R$ 210,000...cartão mastercard paga
Diaria na pousada...R$  75,00......cartão mastercard paga
Refeições..............R$  60,00...cartão mastercard paga
Encontrar os amigos as 07.30 hs no aeroporto, viajar todos juntos, todos caminhar no Ibirapuera, passear na Paulista, jantar no Bar do Peixe, madrugar no domingo, ficar "socados" na Fiorino, estar no autodromo de interlagos, ficar nervoso para entrar na corrida, para ser EQUIPE, entrar nos box, pisar na pista, fazer as curvas, encarar as subidas, entrar na reta final, retornar e entrar na reta dos box para concluir a prova......
NÃO TEM PREÇO

OBRIGADO A TODOS, PARABÉNS A TODOS ...............VALEUUUUUUUUU

 FOTOS
Claudio Luiz Guras

CIRCUITO DA LUA CHEIA - PARQUE TINGUI - 05/11/2014

Quem de vocês que ainda não correu pelo menos uma etapa do circuito da lua cheia ?
Todos os apaixonados por corrida já participaram mais de uma vez dessa corrida noturna... Eu desde o começo do ano havia traçado a meta de participar de todas as etapas (e até agora estou firme e forte) para no jantar ganhar novamente o troféu “corri todas” e se tudo desse certo um troféu de classificação em minha categoria. Esta foi a penúltima etapa e lá estavam, assim como eu, alguns jacarés que irão no jantar receber seus troféus . Os jacarés inscritos foram: Adriana Alves, Natali, Andrea, Luisa, Mirian, Taciane, Marta, Adilson, Paulo Correa, Marcio Correa, Suzane, Ciomara, André Matos e Virca. (Se esqueci de alguém que me perdoe), fora os Jacakids que estiveram correndo às 18:30 h. Minha amiga Andréa Favoretto desde a primeira etapa vai comigo de carona (a gente vai conversando, ás vezes até se perde no caminho... mas o tempo passa rápido e logo estamos no tingui naquele estacionamento que cada vez está mais lotado, ainda bem né sinal que mais corredores tem participado) e espero que ano que vem não desanime de participar novamente e aceite o desafio de fazer 8,6 km ...
Então, a gente chega bem antes de começar a corrida,  dá uma passadinha na tenda,  banheiro hehehe ... dá uma conversadinha e quando vai chegando a hora da largada dá aquela alongadinha. Ah ... não posso deixar de mencionar que nesta etapa tínhamos nosso amigo Samuel de fotógrafo ... ele ficou na tenda para a Luisa sair tranquila hehehe.
Dada a largada (com aquele friozinho na barriga), procuro me concentrar para fazer bem a primeira volta e na segunda dar o melhor de mim. Esta é a segunda etapa que faço junto ao amigo da Minoru seu Taqueda, ele me incentiva a correr no mesmo ritmo a corrida toda e quando fico um pouco para trás eu ouço ele chamando meu nome (até me deu um repositor de energia para segunda volta hehehe). Conseguimos passar algumas moças na segunda volta mas mesmo assim fiquei em sexto lugar na minha categoria (nas primeiras etapas deste ano tinha me animado porque cheguei a pegar o troféu do primeiro lugar na categoria mas as meninas tem treinado bastante e eu ... bem eu não).
Mês que vem no dia 03 de dezembro estaremos lá se Deus quiser participando de mais uma etapa e deixando o tingui mais azul !!!

FOTOS EM BREVE...

Alessandra


4ª EPATA SMELJ DE CORRIDAS DE RUA DE CURITIBA - 09/11/2014



Domingo, dia 9 de novembro, foi realizado a 4ª e última etapa de Corridas de Rua da SMELJ de Curitiba, no Clube Três Maria, no bairro São Braz. 
Clima ameno e como de costume com friozinho da manhã, mas logo o sol já despontou no horizonte, radiante com seu brilho de sempre.
Ao chegar no local já haviam várias assessorias instaladas com suas tendas, aguardando seus atletas. Cada um pegou seu Kit com a Eronélia e a Leila que gentilmente os retiraram na SMELJ no dia anterior. Agradecimentos também à  ASSESSOCOR, que gentilmente, cedeu seu espaço para acolher, mais uma vez, com muito carinho a todos de nossa equipe que lá compareceram...
Tirar algumas fotos como de costume, rever amigos, colocar as fofocas em dia , rsrsrsr, então bora lá correr e caminhar pra viver bem, como dizia o slogam da prova. 
A largada foi primeiro para os 10 Km, depois para os 5 Km e por último a caminhada...
Após a dispersão dos corredores, cada atleta foi fazendo sua estratégia de corrida para concluir a prova com garra e determinação.
Parabéns a todos que participaram e aos que pela primeira vez correram os 10 km, sejam muito bem vindos,
Que venham novos desafios...
Um Grande Abraço a todos.


Márcio - Sassá

GP 20K - CAMINHO DO VINHO - 01/11/2014

Bom Jacarezada, terceiro teste meu acima dos 10 km... Primeiro foi o Amigos do Siedeliski, depois a Meia Maratona de Curitiba e agora GP 20k. e todos com aquele friozinho na barriga ... pergunto à vocês: Quando o desafio é maior qual é o primeiro pensamento que vem a mente ?. Pergunto por que eu sempre luto contra mim mesma. Contra o medo de não conseguir ... Sabem qual é o meu maior vilão? o sol ... as corridas que fiz com ele de companheiro não foram as melhores. Não sei porque mas o calor acaba comigo. Mas no GP 20k assim como nos outros dois desafios o sol não foi nosso companheiro e consegui concluir com êxito essas corridas.
Haviam vários jacarés  e jacaroas inscritos e alguns que estavam lá para nos dar aquele apoio maravilhoso, onde não mencionei os nomes para não esquecer de alguém....rssss. Alguns iriam correr em quarteto, outros dupla e outros como eu iriam correr os 20 km. Chegando na tenda peguei meu Kit (uma camiseta top line e como brinde o porta número que eu ainda não tinha – para mim foi muito bom, tomara que outras organizações também percebam e adicionem nos Kits outros itens de corrida necessários) e logo o pessoal começou a ir para o meio da rua para largada. Pensei no que muitas vezes nosso “Presi” me falou (vai com calma) e assim dada largada não me afobei. As meninas largaram juntas e eu saí com o Júnior que logo me deixou para trás rsrsrs. Seguindo em frente vi o Gilberto passando e logo o “Presi” apareceu. Pensei em seguir no ritmo dele (sem ficar tagarelando pois ele já comentou em outras postagens que não é adepto de conversas no meio da corrida) e lá fui. Começam as ruas de chão e as subidas (e que subidas), mas eu tinha traçado um objetivo e não me daria por vencida. Eu só sabia os km quando passávamos pelos postos de troca do revezamento. Aproveitava pegava uma água geladinha, dava uma bicada e jogava o resto no corpo (e isso me ajudou muito). Acho que chegando aos 15 km fiquei para trás (ou o “Presi “ apressou o passo ou eu que não aguentei o ritmo dele) enfim passei o posto de troca dos 15 km e a jacarezada lá falou – taca-lhe pau que você alcança ele!!! mas a Celinha já havia me passado e estava na cola dele também e eu os via subindo e descendo e nunca alcançava. Já no final passei 2 moças e finalizei a prova com alguns jacarés gritando e fazendo festa. A sensação de “dever cumprido é muito emocionante” e terminar uma prova como esta sem sentir nada de dores ou desconforto não tem preço. Para minha alegria na hora da premiação que era de 10 em 10 anos o locutor chamou meu nome em terceiro lugar na minha categoria,  a Dani Chomen em primeiro e a Kelly em segundo na categoria delas. (a Dani foi lá cobrar o vinho que haviam esquecido de entregar para ela e saiu com  ele em mãos).
Tem sido cada vez mais empolgante correr com essa galera animada... que venham mais desafios !!!


Alessandra